Entrevista RTP - Estudo norte-americano associa falta de horas de sono a cancro da próstata

Os investigadores analisaram mais de 800 mil casos e concluíram quem dorme entre três a cinco horas por noite tem maior risco de desenvolver cancro da próstata do que quem dorme sete.
 
A falta de sono inibe a produção de melatonina, o que pode provocar um aumento de mutações genéticas.
 

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Pedido de Marcação de Consulta