Tumor do Rim

O que é o Tumor do Rim?

O rim tem uma função de filtro do sangue, fazendo com que alguns produtos que são tóxicos ou que se encontram em excesso sejam eliminados do organismo através da urina. 

Este órgão é constituído por diferentes tipos de células, que crescem, multiplicam-se e acabam por morrer, num processo contínuo de renovação celular. 

Quando este ciclo de renovação é alterado e são produzidas células alteradas ou que não são destruídas na altura programada, ocorre a formação de tumores

A sua incidência aumentou consideravelmente nos últimos 25 a 30 anos (ceerca de 2% ao ano), em parte devido ao aumento do diagnóstico de pequenas lesões, por métodos de imagem.

Factores de Risco do Tumor do Rim

Os principais factores de risco são:
Tabagismo
Tabagismo
Obesidade
Obesidade
Tensao
Hipertensão arterial
Meat
Dietas ricas em carnes vermelhas

Outras causas associadas a tumores do rim parecem ser a terapêutica de substituição renal e a exposição ocupacional a produtos como o amianto, hidrocarbonetos (derivados do petróleo), metais pesados ou ainda a radiações ionizantes.

Doenças hereditárias, como a de Von Hippel-Lindau, podem também aumentar o risco de se desenvolver um tumor renal.

Tipos de Tumores existentes

Existem dois tipos de tumores renais:

  1. Os Carcinomas das Células Renais (CCR), que são tumores do parênquima renal e os o mais prevalentes (cerca de 90% dos casos de tumores malignos). Correspondem a cerca de 2 a 3% de todas as neoplasias malignas nos adultos e são responsáveis por 2% da mortalidade por tumores malignos. Existem vários sub-tipos histológicos.
  2. Tumores do urotélio superior, ou seja, tumores da parte excretora do rim, composto por um tipo de células diferentes, as mesmas que revestem a bexiga e o ureter - carcinoma de células de transição.
  3. Outros tumores benignos e malignos, como os oncocitomas, angiomiolipomas e adenomas (benignos) ou os sarcomas, linfomas, e ainda outros, como a infiltração do rim por leucemia ou as metástases de tumores de outros orgãos.

Sintomas do Tumor do Rim

Muitas das neoplasias renais são actualmente diagnosticadas acidentalmente, durante a realização de ecografias de rotina ou pedidas por outros motivos.

Por vezes, não existem sinais de alerta e os tumores não causam sintomas durante muito tempo, o que os leva a crescer, a atingir maiores dimensões e a tornarem-se mais invasivos e agressivos.

Antigamente, estes tumores apresentavam-se na maioria dos casos com a chamada Tríade de Guyon: dor lombar, massa palpável e sangue na urina (hematúria), que traduzem já a presença de doença avançada. Felizmente não é já este o padrão no momento actual.

O paciente pode ter:

  • Dor lombar - que resulta do crescimento do tumor e da distensão da cápsula do rim;
  • Hematúria - o sintoma isolado mais frequente, devido ao atingimento do excretor;
  • Presença de massa palpável - um sinal tardio e de doença avançada.

Outros sintomas são por exemplo a perda de apetite, febre intermitente e cansaço intenso.

O tumor pode ainda manifestar-se através de síndromes paraneoplásicos ou de sintomas resultantes de metastização sistémica.

Diagnóstico do Tumor do Rim

O diagnóstico do cancro no rim é geralmente efectuado por exames de imagem como a ecografia, que deve ser posteriormente confirmado por TAC.

Raramente, em casos de dúvida nas imagens, pode ser necessário confirmar a doença por biópsia feita à massa tumoral, mas esta não é a regra. A colheita de um fragmento fornece informação acerca do tipo celular específico que constitui o tumor.

A ecografia  é um exame não invasivo e seguro, com elevada sensibilidade para detecção de lesões com mais de 15 mm. 

O exame da tomografia computorizada (TAC ou TC) é eficaz para o estadiamento e seguimento. Este é o meio complementar mais utilizado para decisão de intervenção diagnóstica e/ou terapêutica. 

Uma alternativa à TC é a ressonância magnética nuclear (RMN).

Tem algum destes sintomas de Tumor do Rim?

Se tem dúvidas ou apresenta alguns dos sintomas referidos, marque uma consulta no Instituto da Próstata e esclareça todas as informações.

Tratamento do Tumor do Rim

O tratamento depende do estadiamento e do performance status (ou seja, do estado geral) do doente.

As opções terapêuticas actuais dependem do estadio em que o tumor é detectado.

Numa fase localizada, podem passar por nefrectomia parcial ou nefrectomia radical, sendo que a cirurgia mais comum actualmente realizada para este problema é a realizada por via laparoscópica. Em alguns casos, podem ser efectuadas terapêuticas minimamente invasivas, como a crioterapia, tratamento com radiofrequência ou técnicas de radiologia de intervenção.

Nas fases mais avançadas, pode ser necessária terapêutica sistémica (quimioterapia ou imunoterapia), radioterapia ou a instituição de terapêutica paliativa.

Cirurgia Laparoscópica no Tratamento do Tumor do Rim

A cirurgia laparoscópica consiste na remoção na totalidade do rim ou apenas do tumor e tecidos adjacentes, por via laparoscópica.

Prognóstico do Tumor do Rim

A avaliação dos factores de prognóstico sofreu uma grande evolução nos últimos anos, passando-se da utilização de parâmetros isolados para a conjugação de vários factores.

Quando se está a estabelecer o prognóstico do carcinoma avaliam-se factores como a idade, sexo, raça, performance status, mas também factores anatómicos ou histopatológicos.

As principais características destes dois últimos são:

  • Avaliação do estádio;
  • Dimensões e extensão da lesão;
  • Número e localização de eventuais metástases;
  • Subtipo histológico do tumor;
  • Presença de invasão venosa;
  • Necrose Tumoral.

Esta investigação culminou com a criação de vários modelos integrados de prognóstico, dada a variabilidade na evolução clínica desta neoplasia em função destes diferentes parâmetros.

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Perguntas Frequentes sobre Tumor do Rim

Existe prevenção para o Tumor do Rim?

icon down

Quais são os sintomas do Tumor do Rim?

icon down

O que causa o aparecimento do Tumor do Rim?

icon down

Como é feito o diagnóstico do Tumor do Rim?

icon down

Qual é o Tratamento para o Tumor do Rim?

icon down
Referências

Pedido de Marcação de Consulta