Como Lidar com os Sintomas da Hiperplasia Benigna da Próstata

A hiperplasia ou hipertrofia benigna da próstata (HBP) é uma das doenças mais comuns nos homens, sobretudo a partir dos 50 anos.  

Os sintomas urinários podem ser bastante incomodativos, limitar a vida normal e condicionar a liberdade do sexo masculino.  

Há outro aspeto a ter em conta para além do impacto da sintomatologia.  

Ainda que a hiperplasia seja uma condição benigna, é essencial que seja identificada e estudada - para evitar que evolua para complicações que podem ser muito graves. 

Descubra neste artigo os sintomas comuns, bem como a melhor forma de lidar com eles – recuperando assim algum controlo sobre a sua qualidade de vida. 

 

O que é a Hiperplasia Benigna da Próstata?

Esta patologia caracteriza-se pelo aumento do volume da glândula prostática, devido a uma proliferação celular anormal numa região da próstata que provoca uma alteração do seu normal funcionamento.

Devido a este aumento, a uretra fica comprimida, obstruindo a passagem da urina, resultando em queixas do trato urinário. 

Ainda que as causas não sejam totalmente conhecidas e exactas, existem alguns factores de risco, nomeadamente:

  • Idade superior a 50 anos; 
  • Histórico familiar; 
  • Presença da hormona testosterona; 
  • Alimentação rica em gorduras e demasiado proteica. 

À medida que a doença evolui e a próstata cresce, comprimindo cada vez mais a uretra, são frequentes algumas queixas relativas ao aparelho urinário, designadas por LUTS (Lower Urinary Tract Symptoms, sintomas do aparelho urinário inferior).

 

Sintomas da Hiperplasia Benigna da Próstata 

Antes de mais, nem todos os casos de HBP apresentam sintomas, principalmente numa fase inicial.  

Os sintomas podem ser divididos em 3 grupos de acordo com os relatos dos pacientes.  

Sintomas de Enchimento/Armazenamento

  • Aumento da frequência urinária; 
  • Vontade súbita de urinar; 
  • Dor ou desconforto abaixo do umbigo; 
  • Incontinência associada à urgência para urinar; 
  • Urinar muitas vezes durante a noite. 

 

Sintomas de Esvaziamento/Obstrutivos

  • Redução da força do jato urinário; 
  • Ardor ao urinar; 
  • Retenção urinária (não conseguir urinar); 
  • Atraso miccional (demorar a começar a urinar); 
  • Interrupção do jacto sem conseguir urinar tudo de uma vez; 
  • Necessidade de fazer esforço para urinar. 

 

Sintomas Pós-Miccionais 

  • Gotejo após urinar; 
  • Sensação de esvaziamento incompleto da bexiga. 

Além desta sintomatologia, relacionada com o acto miccional, os homens devem também estar atentos a possíveis disfunções sexuais ou dores na zona supra-púbica. 

Ainda assim, estes sintomas podem ser resultado de outras situações clínicas, como a estenose da uretra ou o cancro da próstata, entre outras patologias.  

Por isso, é importante consultar um médico especialista para que o diagnóstico seja feito correctamente.

Como Lidar Com Os Sintomas Da Hipertrofia Benigna Da Prostata

 

O que Fazer para minimizar os Sintomas? 

Há várias opções de tratamento para a hiperplasia benigna da próstata, escolhidas de acordo com o diagnóstico feito pelo médico. 

Porém, existem casos em que não é necessário nenhum tratamento e o homem pode simplesmente viver com a hiperplasia na próstata. Basta monitorizar a situação clínica com alguma frequência, os sintomas e a progressão da doença.  

Em casos com sintomatologia mais grave e condicionante, podem ser usados métodos como:

  • Fármacos; 
  • Cirurgias (mais ou menos invasivas); 
  • Terapêuticas a Laser. 

Ainda assim, existe uma série de medidas para minimizar os sintomas que podem ser feitas por conta própria, relativas à alteração do estilo de vida ou de hábitos, nomeadamente: 

  • Reduzir a ingestão de líquidos ao final do dia, bem como de alimentos e bebidas diuréticas (para evitar a necessidade de micções nocturnas);
  • Evitar passar muito tempo sem urinar (para evitar que a bexiga encha demasiado);
  • Esvaziar a bexiga antes de sair de casa ou antes de viagens longas;
  • “Espremer” a uretra após a micção (pode ajudar a evitar o gotejo);
  • Redução do consumo de bebidas alcoólicas;
  • Ajustar ou alterar medicação que possa agravar os sintomas (como os descongestionantes nasais);
  • Realizar exercício físico.

 

Complicações dos Sintomas da Hiperplasia Benigna da Próstata 

Os casos de HBP nem sempre evoluem desfavoravelmente. 

Na realidade, como já vimos, por vezes, algumas alterações de hábitos são o suficiente para estabilizar o problema.

Ainda assim, é importante realizar o diagnóstico e tratar a patologia caso necessário, sob risco de, além de agravar as queixas, causar complicações que podem ser críticas, entre as quais:

  • Alterações da função da bexiga e dos rins; 
  • Retenção urinária aguda; 
  • Insuficiência renal; 
  • Infecções graves; 
  • Uro-sépsis; 
  • Hematúria (sangue na urina); 
  • Litíase da bexiga (formação de “pedras” no aparelho urinário, concretamente na bexiga).

 

O Diagnóstico feito no momento certo evita a progressão da doença  

Pode seguir as recomendações deste artigo para limitar a sintomatologia e ganhar alguma liberdade e conforto, mas se tem alguns dos sintomas descritos, marque uma consulta.  

Talvez não precise de tratamento, apenas de vigilância. Mas só realizando exames de diagnóstico e fazendo uma visita ao médico é que saberá.  

Se for identificada uma situação de hiperplasia da próstata, existe um sem-número de terapêuticas com bons resultados.  

No Instituto da Próstata somos especialistas em doenças do foro urológico.

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Como Tratar e quais os Tratamentos eficazes para a Prostatite Aguda

A Prostatite aguda é um estado inflamatório e/ou infeccioso da próstata que ocorre de forma abrupta.  Apesar de se tratar de uma doença benigna, a sua incidência afecta a qualidade de vida dos homens devido à intensa sintomatologia que...

Em que consiste o Tratamento de Braquiterapia para o Cancro da Próstata?

O Cancro da Próstata é uma doença oncológica que, nos dias de hoje, apresenta muitas opções de tratamento - que variam consoante o paciente e o tipo de tumor. Entre eles encontra-se a Braquiterapia, uma das técnicas que mais evoluiu...

Qual a importância do Exame PSA na prevenção do Cancro da Próstata?

Nas patologias que afectam a próstata, existem exames que permitem realizar um diagnóstico preciso e completo. O exame de PSA é uma das análises que fornece informações mais relevantes. Com estes dados torna-se possível prevenir...

Pedido de Marcação de Consulta