Próstata Aumentada pode Causar Disfunção Eréctil (Impotência Sexual)?

A relação entre a próstata aumentada (designada por Hiperplasia Benigna da Próstata - HBP) e a disfunção eréctil (impotência sexual) é um dos temas que levanta mais questões e incertezas. 

Afinal de contas, uma coisa é certa: ambos os problemas afectam a qualidade de vida dos pacientes, pelo que a sua combinação resultar em ainda maior preocupação.

Contudo, ao longo do tempo foram surgindo diversos mitos acerca desta relação que importa esclarecer.

 

O que é a Hiperplasia Benigna da Próstata?

Esta é uma patologia que se caracteriza por um acréscimo no número de células da próstata, resultando no aumento do seu volume e tamanho. Esta alteração ocorre especialmente numa região denominada zona de transição, em torno da uretra.

De forma geral, a incidência deste problema tende a aumentar com a idade: estima-se que afecte cerca de 20% dos homens com mais de 40 anos e um em cada três com idade superior a 65 anos.

Entre os principais factores de risco que parecem aumentar a probabilidade de desenvolver um crescimento benigno da próstata, encontra-se a testosterona, responsável pela proliferação celular neste órgão que causa a patologia.

 

Principais Sintomas da HBP

Como o aumento de volume se desenvolve, sobretudo, em torno da uretra, causando a sua compressão, é frequente que surjam algumas queixas urinárias, conhecidas por LUTS (do ingês Lower Urinary Tract Symptoms, que quer dizer Sintomas do Aparelho Urinário Inferior).

Alguns dos sintomas mais comuns são:

  • Diminuição do jacto urinário;
  • Incapacidade de urinar;
  • Micção desconfortável ou dolorosa;
  • Sensação frequente de bexiga cheia;
  • Incontinência urinária (incapacidade de reter a urina).

 

O que é a Disfunção Eréctil (Impotência Sexual)?

A disfunção eréctil é frequentemente conhecida como impotência sexual, que se caracteriza pela incapacidade de iniciar ou manter uma erecção suficientemente forte para uma relação sexual satisfatória.

Como é frequente existir muita vergonha em admitir este problema, a verdade é que este problema é muito mais comum do que se pensa.

Apresentar dificuldade em conseguir uma erecção é natural em algumas alturas da vida, tanto em homens mais jovens como em homens mais velhos - pelo que não significa necessariamente que existe algum problema.

Contudo, quando ocorre de forma frequente é importante perceber a razão, para que a condição possa ser resolvida.

Apesar de ser uma disfunção que não representa risco de vida, acarreta, na maiorias dos casos, consequências indesejáveis para muitos homens: afecta não só a vida pessoal e sexual, como também a autoimagem e autoestima, influenciando negativamente os relacionamentos interpessoais.

Instituto Da Prostata Prostata Aumentada Pode Causar Disfuncao Erectil Impotencia Sexual

 

Qual a relação entre a HBP e a Disfunção Eréctil?

Existem diversos mitos que associam a próstata e a sua função à capacidade de erecção - e que não são verdadeiros.

Na verdade, representam mecanismos distintos: a próstata tem um papel fundamental no processo de ejaculação mas não no de erecção.

A função sexual do homem depende da normal interacção entre os seguintes sistemas:

  • Hormonal;
  • Neurológico;
  • Vascular (arterial e venoso);
  • Psicológico.

Assim, uma alteração em qualquer um deles pode causar algum tipo de disfunção, resultando na impotência.

Embora algumas doenças prostáticas possam interferir na sexualidade, normalmente não representam causas directas.

A próstata aumentada por si só não causa impotência, a não ser quando ocorre uma compressão dos nervos responsáveis pela erecção.
Alguns dos tratamentos para as doenças deste órgão, no entanto, podem causar impotência.

 

Que Tratamentos podem causar Disfunção Eréctil?

A HBP é uma patologia para a qual, hoje em dia, existe uma grande variedade de terapêuticas que, embora resolvam a condição, podem apresentar alguns efeitos secundários a nível sexual, nomeadamente quanto à capacidade de erecção.

Além disso, podem também afectar a líbido (desejo sexual) assim como o mecanismo de ejaculação.

A terapêutica médica é um dos tratamentos com mais efeitos secundários deste tipo, principalmente os inibidores da 5 alfa-redutase (finasteride e dutasteride). 

  • O finasteride foi associada à disfunção eréctil numa elecada percentagem dos homens tratados, pelo que não são fármacos de primeira linha para HBP.
  • Os alfa-bloqueantes podem diminuir a volume de esperma ejaculado.

Quanto a métodos cirúrgicos, sejam abertos ou endoscópicos, apresentam riscos de disfunção eréctil muito raros, embora acarretem riscos quanto à ejaculação.

Ainda assim, nem todos os métodos apresentam consequências sexuais, como a técnica Rezum, por exemplo.

 

Diagnóstico Precoce e Aconselhamento Especializado 

Os tratamentos para a próstata aumentada podem aumentar o risco de impotência sexual. 

Ainda assim, por vezes, é possível evitar essas consequências graças a um diagnóstico precoce. 

Quando é descoberta numa fase inicial, pode nem necessário recorrer a terapêuticas médicas ou cirúrgicas, mas sim ir vigiando activamente a evolução da doença. 

Tenta-se assim diminuir o risco de se desenvolverem consequências sexuais dos tratamentos efectuados.

Mas o primeiro passo depende de si.

Procure um especialista para ter um aconselhamento completo e personalizado, que lhe indicará o caminho mais favorável a seguir.

No Instituto da Próstata temos os profissionais, os equipamentos e os meios para um diagnóstico e tratamento de excelência. 

Marque a sua consulta e recupere a função sexual na sua plenitude. Pode fazer a marcação online, com todo o sigilo e comodidade. 

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Como Tratar e quais os Tratamentos eficazes para a Prostatite Aguda

A Prostatite aguda é um estado inflamatório e/ou infeccioso da próstata que ocorre de forma abrupta.  Apesar de se tratar de uma doença benigna, a sua incidência afecta a qualidade de vida dos homens devido à intensa sintomatologia que...

Em que consiste o Tratamento de Braquiterapia para o Cancro da Próstata?

O Cancro da Próstata é uma doença oncológica que, nos dias de hoje, apresenta muitas opções de tratamento - que variam consoante o paciente e o tipo de tumor. Entre eles encontra-se a Braquiterapia, uma das técnicas que mais evoluiu...

Qual a importância do Exame PSA na prevenção do Cancro da Próstata?

Nas patologias que afectam a próstata, existem exames que permitem realizar um diagnóstico preciso e completo. O exame de PSA é uma das análises que fornece informações mais relevantes. Com estes dados torna-se possível prevenir...

Pedido de Marcação de Consulta