Quais os Sintomas de Cancro da Próstata? Saiba Como Identificar

O cancro da próstata é um tumor maligno da próstata, uma glândula exclusivamente masculina.

É uma das neoplasias mais frequentes no homem, sendo a 2ª causa de morte por cancro na população masculina. Todos os anos, o tumor é responsável por 1800 mortes e o surgimento de 5000 a 6000 novos casos em Portugal. 

Atenção: Trata-se de um cancro curável, mas precisa de ser detectado precocemente!

Se não sabe quais os sintomas mais comuns, os fatores de risco e os exames de despistagem, leia toda a informação deste artigo. 

 

O que é o Cancro da Próstata e como se desenvolve? 

A próstata é uma glândula que faz parte do aparelho genital masculino, com o aspeto de uma noz, situa-se logo abaixo da bexiga e envolve a uretra - o canal por onde passa a urina em direção ao exterior.

É normal que este órgão cresça à medida que a idade avança. Na puberdade e a partir dos 25 anos regista-se um aumento no seu desenvolvimento e dimensões. 

O cancro da próstata surge quando existe um crescimento anormal, descontrolado e contínuo de células prostáticas que sofreram alterações no seu ADN. 

Células estas que não são necessárias, mas que devido à perda do mecanismo de regeneração celular, continuam a replicar-se, substituindo ou danificando células saudáveis.

O que acontece? As células cancerígenas perturbam o normal funcionamento da próstata e, em casos mais graves com disseminação das células cancerígenas, atingem outros órgãos do corpo. 

 

Grupos de Risco do Cancro da Próstata 

Certos factores de risco contribuem para aumentar a probabilidade de os homens desenvolverem esta doença oncológica, entre eles: 

  • Idade avançada: homens com + de 50 anos;
  • Hereditariedade: casos conhecidos na família;
  • Etnia: o cancro é mais frequente em indivíduos de raça negra.

Outros factores podem ter um impacto relevante, como é o caso da obesidade, má alimentação, tabagismo ou produção anormal de testosterona. 

 

Principais Sintomas do Cancro da Próstata

Em muitos doentes, os sintomas são semelhantes aos da Hiperplasia Benigna da Próstata, ou seja, não são exclusivos da patologia de que estamos a falar.

Numa fase inicial, o tumor é silencioso. O doente não relata sintomas relevantes e que afectem de forma significativa a sua vida diária.

Na maioria dos casos, se não for activamente pesquisado, os homens só descobrem que têm cancro da próstata numa fase avançada, quando começam a surgir outros tipos de complicações. 

Tenha em atenção que estes sintomas não são uma sentença. Há outras patologias, menos graves, com a mesma sintomatologia (deve sempre falar com um médico urologista).

Em todo o caso, os sintomas mais característicos são:  

  • Dificuldade ou demora em começar a urinar;
  • Intermitência da micção;
  • Sensação que ainda tem a bexiga cheia;
  • Jacto fraco e gotejamento no final da micção;
  • Aumento da frequência urinária de dia (poliúria) e de noite (noctúria); 
  • Sangue na urina (hematúria); 
  • Esforço abdominal ao urinar, dor ou ardor; 
  • Incontinência urinária; 
  • Retenção urinária súbita. 

Acontece também os homens terem dificuldades em ter e manter uma erecção. 

Nas fases mais avançadas do cancro da próstata, com o crescimento e metastização, existe uma fraqueza geral, dores ósseas e lombares, perda de peso, entre outros sintomas limitativos. 

Fique atento a estes sinais e em caso de dúvidas, marque uma consulta com um especialista em urologia. O médico poderá esclarecer, seguramente, a sua situação clínica.

 

Como é feito o Diagnóstico do Cancro da Próstata?

Quando existe suspeita de cancro da próstata, os doentes devem procurar um médico urologista e submeter-se a exames, tais como o toque rectal, a avaliação de PSA e, posteriormente, exames do foro urológico. 

Quanto mais cedo for diagnosticado o cancro, maior é a possibilidade de recuperação desta doença.

 

Toque Rectal 

O toque rectal é um exame fundamental para a avaliação da próstata. Embora seja temido pela grande maioria dos homens, é muito bem tolerado pelos doentes. O desconforto será menor, ao ser efectuado com os devidos cuidados e de acordo com a técnica correcta, por um médico experiente.  

Trata-se de um exame que consiste na palpação do órgão com vista a identificar a presença de um nódulo na próstata, de uma massa irregular palpável ou áreas com consistência alterada neste órgão. 

 

Exame do PSA

O Exame do PSA é uma das formas de diagnóstico precoce mais eficaz, pelo que é fundamental para o diagnóstico e para combater as complicações desta patologia. 

Trata-se de uma simples análise sanguínea que permite avaliar os níveis desta glicoproteína, designada antigénio específico da Próstata. 

Um valor de PSA aumentado implica o despiste de cancro da próstata, uma vez que, se elevado, torna o doente suspeito de ser portador de um cancro. Porém, não significa necessariamente que o doente tem cancro. Há outras situações que podem ser responsáveis pela elevação desta análise.

 

Tem sintomas que sugerem uma doença da próstata? Recorra a especialistas e não atrase o diagnóstico 

A urologia e a oncologia são as duas especialidades médicas envolvidas na avaliação dos sintomas, tratamento da doença e follow-up dos doentes. 

O Instituto da Próstata é uma instituição dedicada exclusivamente ao diagnóstico, tratamento, estudo e investigação do cancro e demais doenças da próstata. 

A taxa de sobrevivência deste cancro no mundo e em Portugal ronda os 90%, aos 10 anos. Mas para isso, é preciso ser diagnosticado o mais cedo possível. 

Encontre na nossa instituição profissionais experientes que o acompanham em todo o processo. 

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Pedido de Marcação de Consulta