Sangue na Urina é Sinal de Alarme?

A presença de sangue na urina, também designada por hematúria, pode causar muita ansiedade e preocupação. 

A verdade é que pode ser a manifestação de uma doença grave do aparelho urinário ou do aparelho reprodutor, mas nem sempre se traduz numa patologia maligna ou grave. Pode surgir uma alteração semelhante da cor da urina, mas devido à ingestão de determinados alimentos ou medicamentos. 

Descubra neste artigo as causas para a presença de sangue na urina e as patologias que podem estar na sua origem. 

 

O que é a Hematúria?

A hematúria é o termo médico utilizado para descrever a presença de glóbulos vermelhos na urina

O sangue pode ser visível macroscopicamente (facilmente identificado a olho nu e nos casos em que existe mais do que 1ml de sangue por litro de urina), ou apenas detectado microscopicamente (através de análises realizadas).

 

Sintomas associados ao Sangue na Urina

A hematúria nem sempre indica um problema grave. 

Ter sangue na urina pode ser mesmo a única queixa, sendo neste caso um sintoma isolado. Isto é, pode não existir dor associada, ou qualquer outro sintoma.

Porém, na maioria das vezes, o sangue na urina pode indicar a presença de tumores, infecções urinárias, cálculos ou outras patologias nos órgãos e canais por onde a urina passa.

Quando a hematúria está associada a outras queixas, as mais frequentes relatadas pelos pacientes são: 

  • Ardor ao urinar;
  • Aumento da frequência das micções;
  • Desconforto na zona abaixo do umbigo;
  • Esforço para urinar;
  • Dor lombar ou no abdómen;
  • Outras. 

O estudo e a análise dos sintomas são essenciais para determinar a origem do sangue na urina, orientar o diagnóstico e definir o consequente tratamento. 

 

Causas da Hematúria

Entre as causas mais comuns da hematúria, incluem-se: 

  • Cistites (inflamação ou infeção da bexiga);
  • Cálculos urinários:
  • Tumores da bexiga ou do rim;
  • Doenças benignas ou malignas da próstata;
  • Alterações da coagulação do sangue;
  • Doenças renais;
  • Certos medicamentos, tais como anticoagulantes, antiagregantes plaquetários, entre outros. 

Mas, como referido anteriormente, nem sempre a cor avermelhada da urina traduz a presença de sangue. 

A ingestão de certos alimentos, tais como os mirtilos, as amoras e as beterrabas, assim como a toma de certos medicamentos, também têm o potencial de alterar a cor da urina.

Portanto, a presença de sangue na urina é um sinal importante, mas o correcto diagnóstico só pode ser feito por um médico urologista. 

 

Factores de Risco 

Tal como na maioria das patologias, existem factores modificáveis e não modificáveis. 

Entre os factores não modificáveis incluem-se: 

  • Idade (+40 anos); 
  • Infecção actual ou recente dos rins ou bexiga; 
  • História familiar;
  • História de doença urológica prévia;
  • História de sintomas urinários “irritativos”;
  • Infecções urinárias recorrentes;
  • História de radioterapia pélvica.

 

Para além destes, existem factores que contribuem para a presença de sangue na urina, mas que o doente pode minimizar, entre eles:

  • Tabagismo;
  • Medicamentos anticoagulantes e antiagregantes (não devem ser interrompidos porque podem causar situações mais graves);
  • Realização de exercício físico intenso (por exemplo, após uma corrida longa ou nos atletas corredores de longas distâncias);
  • Exposição ocupacional a produtos químicos.  

Estes factores de risco são avaliados pelo médico especialista e ajudam no diagnóstico, embora sejam necessários outros exames complementares para determinar a origem do problema. 

 

Como é feito o Diagnóstico da Hematúria?

O primeiro passo é perceber qual é a sua origem. Para que isso aconteça, faz-se uma avaliação completa da história clínica do doente, bem como um exame físico pormenorizado.

Em segundo lugar, a par desta avaliação, podem ser outros exames, tais como: 

  • Análises gerais, exame microscópico da urina (Urina II) e urocultura;
  • Tomografia computorizada (TAC) acompanhada por urografia por TAC (Uro-TC).
  • Ecografia vesical e renal; 
  • Uretrocistoscopia. 

Se existir a mínima suspeita de doença urológica grave, maligna ou benigna, o doente deve consultar um urologista com brevidade, pois poderá ser necessário realizar exames mais específicos.

 

Detectou sangue na urina? Diagnostique a sua origem o quanto antes

No Instituto da Próstata, somos especialistas nas doenças do aparelho urinário. Se identificou a presença de sangue na urina, marque uma consulta de urologia

Registe os seus sintomas, mesmo aqueles que possam não parecer estar relacionados com a hematúria, identifique quando começaram e anote as informações médicas essenciais (tais como outras patologias que tenha ou fármacos que está a tomar). 

Estas informações vão ajudar o médico urologista no diagnóstico.

Dr. José Santos Dias

Director Clínico do Instituto da Próstata

  • Licenciado pela Faculdade de Medicina da Universidade de Lisboa
  • Especialista em Urologia
  • Fellow do European Board of Urology
  • Autor dos livros "Tudo o que sempre quis saber Sobre Próstata", "Urologia fundamental na Prática Clínica", "Urologia em 10 minutos", "Casos Clínicos de Urologia" e "Protocolos de Urgência em Urologia"

Artigos Relacionados

Pedido de Marcação de Consulta